09:16

"Um anjo em mim"

Postado por Elen mamãe da Duda



Um anjo em mim.
Uma noite acordei e sabia que algo em mim havia mudado. Algo estava diferente. Ainda estava meio tonta por causa da anestesia, vi algumas pessoas meio de relance que cuidavam de mim, elas falavam e a única coisa que eu compreendi era que tudo iria ficar bem... Mas tudo o que eu queria era não estar ali, não naquele momento, não naquele andar, pois no andar de cima era onde as mães traziam seus filhos ao mundo, mas não no primeiro andar, onde eu estava, e me senti tão sozinha como nunca antes. Eu estava bem, segundo meu médico, só estava sentido uma dor forte então pude perceber a enfermeira por o remédio no meu soro e a dor foi aos poucos indo embora, mas o que mais estava doendo, e para essa dor não tinha remédio, era saber que você não estava mais aqui dentro, você com quem tanto sonhei e tanto imaginei. Naquele momento me pus a pensar em tantas mulheres que interrompem a gravidez por vontade própria e matam seus filhos, outras não se preocupam com sua saúde e nem se quer param de beber, fumar, usar drogas, não fazem o pré-natal e etc. E eu o que tinha feito? Quando você chegou encheu nossas vidas de alegria e esperança, marcamos o médico fizemos todos os exames e estava tudo bem... Até que descobrimos que você... Segundo o médico (pois nem ele teve coragem de falar) “era uma gravidez interrompida”.Você foi tão rápido que mal pude senti-lô, você ficou tão pouco comigo e agora tinha ido... Não iria mais te-lô crescendo em mim, não iria mais te-lô... Estava tão ansiosa para ver minha barriga crescendo, você modificando todo o meu corpo, me fazendo sentir o quanto é maravilhoso trazer um ser ao mundo, me acabava de te imaginar cabendo na sua primeira roupinha que seu papai comprou, ele estava todo derretido por você, você já era a alegria da nossa casa, a alegria da nossa vida... Não deu tempo nem de sentir você mexendo (todas as mães que conheço falam que é maravilhoso) não pude nem me despedir de você, foi embora tão rápido. Eu queria te dizer tantas coisas, te ensinar tantas outras, te segurar, te dar de mama, te dar banho, te fazer sorrir e segurar sua manzinha pra te ensinar a andar. Sabe? Eu sempre tive muito medo do parto, mas imaginar que seria nesta hora em que eu iria te ver que eu já tinha até perdido o medo e mal podia esperar para este dia chegar e poder dizer olhando bem em seus olhinhos que você era o nosso filho de verdade e não seria sonho seria real. Um pedacinho de nos dois, de nosso amor... E eu às vezes nem acreditava. E ficava olhando a barriga no espelho e pensava “... eu grávida?”... “tem um bebê crescendo dentro de mim?”... Não da pra acreditar!”“. Então ria baixinho pra ninguém ver...Quando cheguei em casa, do hospital, me deu uma saudade da minha mãe e o quanto ela deveria estar feliz naquele momento, pois ela deveria estar com meu bebê em seus braços sorrindo pra mim, foi então que me lembrei de uma conversa nossa de muitos anos atrás, eu disse:-“ Mãe quando eu tiver um filho a senhora vai cuidar dele quando eu precisar.” Foi então que me dei conta de como Deus trabalha. Quando minha mãe se foi, tão cedo, não entendi. Agora sei que foi pra cuidar do meu bebê. Realmente algo mudou pra sempre em mim.

3 Pode deixar seu comentário aqui :):

RETRATO CELULAR disse...

Oi Elen, te achei em um outro bloguinho e vim conferir. Vi que vc tb é tentante e que tem como sonho e meta um bebê como eu e meu marido. Por isso vim te conidar a partilhar comigo as sensações e impressões sobre essa caminhada que já trilho há 4 anos... espero que eu saia vitoriosa dessa vez. Fiz FIVhá pouco tempo e estou no tempo de espera. Meus blogs são www.queroengravidar.com (acabou e foi o 1º) www.querendoengravidar.com (foi o 2ª e acabou) e o recém lançado www.vouengravidar.zip.net. Te espero no meu cantinho ok? Mil beijocas

RETRATO CELULAR disse...

Amiga, adorei sua mensagem no meu bloguinho e vim retribuir...acabei me deparando com esse post lindo...e grávida chooooooooooora rs. Mil beijinhos e fica com Deus viu? Silvinha e Baby - www.vouengravidar.zip.net

Patricia disse...

Oi. Resolvi coferir o seu blog. Vi seu depoimento pra mim no site e-family. Perdi o bebê com 7 semanas. Fiqui muito emocionada com o que vc escreveu. Faço das suas palavras as minhas. Muito Obrigada, vc me ajudou muito. Bjs

Meus posts!!!

Amor da minha vida!

A felicidade exige valentia...


"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."
(Fernando Pessoa)



Esses eu recomendo!